Ouça agora na Rádio

N Notícia

Schirmer debate em Brasília integração de estados e União na segurança pública

FOTO: © Isaac Amorim/MJSP

Schirmer debate em Brasília integração de estados e União na segurança pública

Schirmer frisou que a integração entre União, estados e municípios deve nortear a formatação das políticas para o setor

O programa de trabalho do Ministério da Justiça e Segurança Pública foi apresentado, nessa quinta-feira (13), ao Conselho Nacional de Secretários de Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej). A reunião foi coordenada pelo ministro Torquato Jardim e contou com representantes de 23 estados e do Distrito Federal. As informações são do GOV do RS.

O ministro explicou que quatro eixos serão os balizadores do programa: aperfeiçoamento das ações de segurança, tecnologia e informação; cooperação federativa; organização social da população indígena e quilombola; e ressocialização terapêutica. Os trabalhos iniciam priorizando a integração tecnológica. “Isso amplia a eficácia da operação, com redução de custos na execução”, assegurou Jardim.

Presente ao encontro, o secretário Cezar Schirmer frisou que a integração entre União, estados e municípios deve nortear a formatação das políticas para o setor. “No RS, estamos promovendo, de maneira nunca antes vista, o trabalho conjunto entre órgãos federais, estaduais e municipais. Fomentamos a utilização de tecnologia, aumentando recursos, humanos e materiais. Assim priorizamos o emprego dos efetivos em operações”, afirmou.

Sistema penitenciário

Os secretários vão apresentar ao MJSP um documento contendo cinco medidas prioritárias para o sistema penitenciário nacional. As propostas serão formuladas e debatidas pelo Consej e, dentro de 10 dias, serão remetidas ao ministro Torquato Jardim. Para Schirmer, essa é a forma mais ágil de estabelecer o debate. “Iremos agir de forma semelhante ao que fizemos com relação às políticas de Segurança Pública. A proposição, quando parte de um colegiado, possui mais força”.

Apoio financeiro

A viagem a Brasília também serviu para buscar apoio financeiro nos ministérios da Justiça e Segurança Pública e do Desenvolvimento Social. Schirmer reiterou ao MJSP o pedido de liberação de R$ 11 milhões para a continuidade da construção do Centro Regional de Excelência em Perícias, que está sendo erguido em área anexa à SSP. A liberação de recursos para a compra de armas, viaturas, equipamentos e construção de novas unidades prisionais também esteve na pauta.

Em reunião com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, Schirmer pleiteou o auxílio para a implantação de novos programas de produção agrícola e industrial nas unidades prisionais do RS. A proposta é fomentar e ampliar a oferta de trabalho aos apenados.

Texto: Claiton Silva e Luiz Otávio Prates/SSP
Edição: Léa Aragón/ Secom 

FONTE: GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
Link Notícia