Ouça agora na Rádio

N Notícia

Dieta Whole 30 promete mudar seus hábitos em 30 dias

FOTO: CC0 Public Domain / pixabay

Dieta Whole 30 promete mudar seus hábitos em 30 dias

Restringindo vários alimentos, programa busca transformar a sua relação com a comida e emagrecer de vez

Quanto tempo você acha que é preciso para mudar um hábito alimentar? Uma semana? Um ano? Uma vida inteira? Dentro do protocolo da dieta Whole 30, o período necessário para que as transformações nas escolhas alimentares aconteçam de forma consistente é de trinta dias. Todas as informações são do MINHA VIDA.

 O método foi criado pela nutricionista Melissa Hartwig e pelo médico funcional Dallas Hartwig. E consiste em deixar de consumir durante 30 dias determinados tipos de substâncias que, segundo eles, atrapalham o bom funcionamento do organismo e podem refletir de forma negativa na energia do corpo, na qualidade do sono e no humor. Também é descartado tudo o que possa causar má digestão, inchaço, alergias ou enxaquecas.

"Basicamente resume-se em cortar totalmente o açúcar, eliminar grãos e farinhas, não consumir nada processado e retirar laticínios", diz a endocrinologista e metabologista Carolina Mantelli. Justamente por isso, não é permitido ter nenhuma refeição livre ou furo na dieta e, se acontecer, é necessário reiniciar o período de 30 dias. E tem mais: nada de se pesar antes do final dos dias do programa.

O motivo de não ser permitido subir na balança é que a dieta não tem o peso em si como principal fator. De acordo com os criadores, o principal é que aconteça uma transformação na relação que se tem com a alimentação e que seja possível identificar as respostas que o organismo dá quando consome determinados tipos de alimento.

Já o motivo de a dieta Whole30 durar 30 dias é para que durante esse período o organismo se desintoxique e seja possível perceber como o corpo reage às mudanças alimentares. Ao cortar laticínios, grãos e leguminosas, por exemplo, é possível perceber o que pode estar causando aquele inchaço ou aquela dor de cabeça. "Sem eliminar esses alimentos, não há como saber qual é o impacto deles em seu bem-estar, sua aparência, sua vida", diz o livro.

 Sabe aquela sensação de estar fazendo tudo certo na dieta, mas o inchaço persistir? A Whole 30 se reflete bastante nesse sentido, de acordo com Carolina: "Muitas vezes, mesmo seguindo um cardápio considerado saudável, a sensação de inchaço permanece, as espinhas teimam em aparecer e falta disposição no dia a dia. Afinal, não é porque a alimentação é natural que não pode trazer problemas ao organismo. Foi baseada nisso a criação do Whole30. É um programa alimentar que tem por objetivo reajustar o metabolismo e remodelar o relacionamento que as pessoas possuem com os alimentos", conta ela.

Descasque mais e abra menos

"O Whole 30 é um programa alimentar que tem como filosofia 'descasque mais e abra menos', pois o segredo de um corpo saudável e definido está na alimentação o mais natural possível", destaca a nutricionista Thatiana Ferreira. Porém, apesar de parecer simples, o cardápio do Whole 30 traz restrições não tão óbvias. Aveia e quinoa, por exemplo, são itens extremamente comuns em muitas dietas, mas aqui eles foram proibidos.

"Tanto os cereais refinados quanto os integrais estimulam o consumo excessivo, o que gera problemas hormonais e metabólicos. Esses alimentos também contêm proteínas inflamatórias (como glúten) e carboidratos fermentados capazes de causar o desequilíbrio das bactérias intestinais e desencadear inflamação no corpo inteiro", de acordo com o livro de Melissa e Dallas.

Mudar a relação com a comida

Uma das premissas da dieta Whole 30 é não criar versões fit de guloseimas como alguns métodos fazem. A explicação para esse valor é que a dieta tem o objetivo de transformar por completo a forma como enxergamos e nos relacionamos com a comida. "Seus desejos e hábitos alimentares não vão mudar se você continuar comendo esses alimentos, ainda que sejam preparados com ingredientes aprovados", diz o casal no livro. "A ideia é ir além da perda de peso. É transformar seus hábitos e perceber quais alimentos combinam de fato com seu organismo e seu bem-estar", explica Carolina.

Regras gerais do Whole 30

  • Não consuma açúcar adicionado de nenhum tipo, real ou artificial
  • Não consuma álcool nenhum
  • Não coma grãos e cereais
  • Não coma leguminosas
  • Não coma laticínios
  • Não consuma carragena, glutamato monossódico ou sulfitos adicionados
  • Não faça versões de produtos de confeitaria, doces ou junk food com ingredientes liberados
  • Não se pese e não tire suas medidas
FONTE: MINHA VIDA
Link Notícia