Ouça agora na Rádio

N Notícia

A Internet não soube lidar com a possibilidade do impeachment de Temer

FOTO: Reprodução / Facebook

A Internet não soube lidar com a possibilidade do impeachment de Temer

.

Foi imediata a repercussão nas redes sociais da possibilidade de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB), logo após a divulgação de que uma gravação de um delator da Operação Lava Jato poderia comprometer o peemedebista por ter concordado com uma mesada em troca do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). As informações são da Sputnik News.

A maioria das postagens, tanto no Twitter quanto no Facebook, foi recheada de ironia e sarcasmo. Muito sarcasmo.

 

"Adoro essa época do ano entre a Páscoa e o Natal que a gente tem o Impeachment" - @erikgustavo

"o brasileiro nao sabe escrever reveillon mas impeachment sabe de trás pra frente" - @moonintears

Sobrou também para os senadores Aécio Neves e Zezé Perrella, ambos do PSDB de Minas Gerais, outros a serem citados como beneficiários dos recursos pagos pelos donos da JBS.

 

Até mesmo o perfil oficial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou a situação de Temer para alfinetar o seu "desafeto" na Operação Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro.

Com estreia prevista para o próximo dia 30, o seriado da Netflix House of Cards também resolveu participar das brincadeiras com um tweet em português.

"Tá difícil competir." - ?@HouseofCards

FONTE: Sputnik News
Link Notícia