Ouça agora na Rádio

N Notícia

Recessão está chegando ao fim, diz Financial Times

FOTO: © Pixabay

Recessão está chegando ao fim, diz Financial Times

Prestigiado jornal britânico citou as reformas econômicas do governo federal e apontou que a recessão parece ter ficado no passado

Apoiada pelas reformas econômicas,  a economia brasileira parece ter deixado o cenário de recessão para trás. Essa é a avaliação do jornal britânico Financial Times, uma das publicações econômicas mais tradicionais do mundo. As informações são do Portal Brasil. As informações são do Notícias ao Minuto.

Em um caderno especial, intitulado de “Reinventando o Brasil”, a publicação britânica destaca que após um ano difícil, a economia brasileira dá sinais de que a recessão está chegando ao fim. “Há sinais de que a recessão está terminando e que finalmente a nação está debatendo mudanças necessárias para construir um futuro mais sustentável”, diz o jornal.

Ao longo das 11 reportagens do especial, o Financial Times cita um estado de animação entre mercados e investidores “não sentido há muito tempo” e considera que existe um sentimento de que o Brasil está “caminhando novamente”. “O governo Temer partiu para reestrutura a economia brasileira de uma forma não vista há décadas”, avalia a publicação.

O jornal cita a reforma da Previdência Social, a modernização das leis trabalhistas, a abertura do setor de óleo e gás e o programa de concessões como exemplos da melhoria do ambiente econômico. “A lei do teto de gastos foi aprovada rapidamente e, para garantir que isso seja cumprido, o governo federal agora trabalha para aprovar uma reforma para corrigir um dos mais generosos e caros sistemas previdenciários e de pensão no mundo”, ressalta.

Enquanto isso, destaca o jornal, o Banco Central retomou as metas de inflação, que agora está abaixo do centro da meta de 4,5% e cortou empréstimos subsidiados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), “um fardo para o Tesouro Nacional”, considera a publicação.

Reformas e otimismo

Com essa reportagem, o Financial Times se junta a um time de publicações estrangeiras que destacaram o efeito positivo das reformas econômicas na economia. Em abril, a revista norte-americana Time afirmou que o País passou a caminhar numa “direção promissora” após a consolidação do atual governo.

Nesse contexto, a revista avaliou que há razões para tanto otimismo, ao citar a reforma da Previdência Social – que está perto de ser analisada pela Câmara dos Deputados – e a modernização das leis trabalhistas.

Por sua vez, a prestigiada revista britânica The Economist acredita que os piores momentos da recessão ficaram para trás. A publicação citou a queda da inflação e das taxas de juros e ressaltou que o Brasil faz parte dos mercados emergentes que mais cresceram em termos mensais em anos.

Especializada em análises econômicas, a agência internacional de notícias Bloomberg considerou que a retomada do crescimento brasileiro é um “verdadeiro modelo” diante das economias globais.

FONTE: NOTÍCIAS AO MINUTO
Link Notícia