Ouça agora na Rádio

N Notícia

Impostômetro atinge a marca de R$ 500 bi nove dias mais cedo

Impostômetro atinge a marca de R$ 500 bi nove dias mais cedo

Painel eletrônico acompanha arrecadação de impostos pagos pelos consumidores

Os brasileiros estão pagando mais impostos neste ano, segundo dados do Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) desta segunda-feira (20).

Desde às 7h, o sistema aponta que já foram pagos 500 bilhões de reais em tributos aos governos federais, estaduais e municipais. No ano passado, o painel eletrônico alcançou a marca apenas em 29 de março – uma antecipação de nove dias em relação à 2017.

Na quarta-feira (22), o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deve anunciar se há necessidade de aumento dos impostos.

Para o diretor do Instituto de Economia da ACSP, Marcel Solimeo, qualquer acréscimo de custo para os consumidores não é aconselhável. “O aumento terá um efeito perverso na economia, as pessoas já estão com dificuldade, uma mudança nos tributos pode piorar a situação. O governo já apelou demais para a receita, o caminho é pela despesa”.

Simulações feitas pela própria associação comercial mostram quanto é arrecadado de impostos em itens de consumo – em um celular de cerca de 1.500 reais, por exemplo, 42% do valor pago correspondem a tributos.

O painel da ACSP acompanha em tempo real a arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições dos consumidores desde o primeiro dia do ano. O sistema fica instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista.

Os consumidores também podem verificar o montante pelo site do Impostômetro, que além do painel, também disponibiliza curiosidades e valores arrecadados por período, estado e município.

VEJA