Ouça agora na Rádio

N Notícia

Disney adia ‘A Bela e a Fera’ na Malásia por censura a ‘cena gay’

Disney adia ‘A Bela e a Fera’ na Malásia por censura a ‘cena gay’

Governo do país, que é muçulmano, liberou a exibição do longa mediante o corte

A Disney decidiu adiar a estreia na Malásia da nova versão de A Bela e a Fera, depois que autoridades do país, um enclave muçulmano do Sudeste Asiático, censuraram o longa por contar com “um momento gay”. A censura, que ordenou o corte do “momento gay” do filme, acontece uma semana depois de a Rússia declarar o longa impróprio para menores de 16 anos, pela mesma razão, a pedido de um deputado ultraconservador. Isso tudo porque o diretor de A Bela e a Fera, Bill Condon, afirmou que há um personagem gay no filme, que, contudo, não tem qualquer cena de paixão explícita.

A Disney se opôs ao corte e suspendeu a estreia de A Bela e a Fera na Malásia. Os pôsteres dos cinemas de Kuala Lumpur indicam que a exibição do filme foi “adiada até novo aviso”.

Assista ao trailer:

A Bela e a Fera também foi criticada em Cingapura, país vizinho da Malásia, onde o clero cristão acusou a Disney de desviar-se dos “valores saudáveis ??e dominantes”. “Aconselhamos os pais a conversar com seus filhos sobre esta nova versão”, declarou o bispo Rennis Ponniah, presidente do Conselho Nacional das Igrejas de Cingapura.

A homossexualidade é ilegal na Malásia e em Cingapura, e pode resultar em prisão em ambos os países.

 

VEJA