Ouça agora na Rádio

N Notícia

Fazer sexo regularmente aumenta a produtividade, revela estudo

Fazer sexo regularmente aumenta a produtividade, revela estudo

Segundo a nova pesquisa, pessoas que têm orgasmo pelo menos uma vez por dia são mais propensas a conseguir emprego, trabalhar melhor e subir na carreira

O seu sonho é ser promovido? O segredo pode estar na sua vida sexual. De acordo com uma pesquisa publicada recentemente pelo Journal of Management, funcionários casados que priorizam as relações sexuais têm maior desempenho no trabalho.

Segundo Keith Leavitt, especialista em comportamento e gestão organizacional da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, pessoas que têm pelo menos um orgasmo por dia se tornam mais propensos a realizarem suas tarefas, terem melhores resultados no trabalho e subir na carreira.

“Manter um relacionamento saudável que inclua uma vida sexual saudável ajudará os funcionários a permanecerem felizes e envolvidos em seu trabalho, o que beneficia tanto os funcionários como as organizações para as quais trabalham”, explica Leavitt.

Substâncias benéficas

O sexo desencadeia a liberação de dopamina, um neurotransmissor associado aos centros de recompensa do nosso cérebro, bem como a oxitocina, um neuropeptídeo associado às relações sociais e ao apego. Isso faz com que as relações ajam diretamente com o humor, durando até o dia seguinte, segundo o estudo.

Para entender esse impacto, os pesquisadores acompanharam a rotina de 159 funcionários e seus cônjuges pelo período de duas semanas, pedindo-lhes para completar dois breves questionários ao final do dia. Eles descobriram que aqueles que se envolviam em relações sexuais relatavam melhor disposição e humor na manhã seguinte, levando a um maior envolvimento no trabalho e resultados mais satisfatórios.

Melhora no humor

O efeito do sexo no humor foi igualmente percebido em homens e mulheres, e esteve presente mesmo depois de os pesquisadores levarem em conta o relacionamento conjugal e a qualidade do sono de cada um, que também costumam ser indicadores do humor diário. “Isso serve como um lembrete de que o sexo tem benefícios sociais, emocionais e fisiológicos, e é importante torná-lo uma prioridade”, adverte o especialista.

Caso na Suécia

Recentemente, o vereador da cidade de Overtornea, na Suécia, Per-Erik Muskos, propôs que os funcionários públicos locais fossem autorizados a utilizar uma hora de trabalho por semana para se dedicarem a prática sexual. O objetivo seria estimular o crescimento populacional, em declínio na cidade, bem como melhorar o humor e produtividade dos empregados.

VEJA